domingo, 2 de junho de 2013

O poeta

Poeta é um gênero de pessoa que exprime a sua imaginação e composição em versos estruturados e por vezes de forma harmoniosa. Brota a sua manifestação estética descrita por ele, (Poeta) em forma de palavras.
Poesia é aquilo que lhe comove, que sensibiliza-o e desperta os seus sentimentos. É uma forma de arte que inspira e encanta, não só a ele como os outros.
Poeta é livre, um pássaro que nunca sabe onde pousa e não segue nenhuma métrica. É liberdade para definir o seu próprio ritmo e criar as suas próprias normas, o poeta para mim é autónomo, escreve um texto poético não constituído por versos desde que haja harmonia, ritmo e a componente emotiva inspirada pela poesia.

2 comentários:

  1. Caríssimo Pombo


    Não concordando, na totalidade, da descrição de ser-se Poeta, ou o que é o Poeta.

    Não são pretensões minhas contrapor o que quer que seja. Faço Poesia que vivi ou vivo mas não me considero Poeta.
    Contudo (concordo), não deixa de ser poesia , a livre poesia duma qualquer prosa, que pode ser menos articulada ou harmoniosa.

    A métrica é a disciplina na Poesia e, como tal, obedece a regras.
    Com ou sem métrica, não é poeta quem quer mas quem possa ter esse dom de sensibilidade. Daí, os Poetas Populares terem tanta aceitação: usando a métrica sem desprezarem a coordenação da mensagem (ex. António Aleixo).

    A Poesia não é uma Arte em si mesma. Antes o sentir de cada momento, de cada estado de espírito, de cada alegria, de cada dor...

    Peço perdão pela frontalidade.

    Gosto da Poesia com "música", ritmo, mensagem, sendo que esta seja a raiz da Poesia.

    Abraços


    SOL

    ResponderEliminar
  2. Um poeta para mim, tem que ter ideia e a imaginação de ritmo, versificação e arte, é aquele que tem que ter o conhecimento do que vai escrever, conhecer a sua própria filosofia; Eu narro no livro da minha vida. Nos meus casos e acontecidos. Enfim, tem que ter o tema neste caso a minha história de vida. Um poeta seja qual for a sua posição na sociedade suas faculdades e saber tem na vida conhece muitos, vários temas. Eu não me sinto poeta, nem me sinto bem sem a minha experiencia de vida… Ela é a minha maior inspiração e o meu viver.
    SOU A EXPERIENCIA DE VIDA
    Não posso ficar em silêncio
    Que anteriorizam os prantos,
    Todo esse sentimento vem do passado,
    Com a minha história
    Foço um simples poemas
    Fáceis sem rimas.

    Olho suave para o meu interior
    Tive muitos choques amargos e doces,
    Não foi fácil de sentir os abanões,
    Tudo eu senti e não fugi,
    EU, me conheço, e sei para onde ir.
    A escrever e a viajar sinto-me bem,
    Acho que hoje sou outro,
    Renasci com o passado e o presente
    O presente não me calou.
    Sento-me útil.
    Mas neste meus poemas,
    Sou tudo, para os outros
    Até não posso ser nada,
    Sou a experiencia de vida
    Sou palavras, sou temas,
    Sinto por isto no coração
    Uma paixão inabalada.

    ResponderEliminar