sábado, 12 de outubro de 2013

LINDA E CHARMOSA


Quem é que vejo nos nossos ecrãs
Deixando os cabelos compridos até aos ombros?
Transformando nosso sol em luar.

LINDA E CHARMOSA
Cativa amizades e sonhos
Tens um corpo escultórico
Perfeição da natureza
A provocar-nos amizade e amor.
Essa que deixa transparecer a alegria
Através de seu lindo sorriso.
Esse anjo que entre nós
É linda e charmosa
Que cativa o coração dos poetas
Ao se apresentar assim tão formosa.

LUTAREI ATÉ AO FIM


LUTAREI ATÉ AO FIM
Nunca pensei pelos outros,
Gosto de pensar sempre por mim;
Valem mais todos os erros
Vírgula ou pontos finais
Ou os meus trabalhos manuais
 São meus, cometidos por mim.
Trabalho e produz
para o mundo e para mim mesmo.

Os conselhos dos outros
Servem para pensar
E para que me involuir ou que me oponha.
São os meus pensamento me pertence.
Meus pensamentos, minhas emoções
Os sistemas de controlo
Aprisiona a vida aparentemente sem saída.
.
Aqueles que não concordarem comigo;
Respeito os meus pensamentos e oposição.
Os que estão por mim são porque esses,
Guardam-me no fundo das suas almas
 A vida e o tempo são os nossos professores.
O respeito, aquilo que é indispensável:
além do pão, o trabalho e a acção.

Os pensamentos da humanidade
São como qualquer material:
Constroem, soterram e matam.

NUNCA PENSEI PELOS OUTROS







O tejo que me viu nascer
Eu, menino e moço tenti subir,
Subi alto, embora seja pequeno?
Ó tejo que me vistes partir
Para terras de além-mar. (Guerra)

Berlim mãe adoptiva
Instruíste-me
Fizeste de mim um animoso
Deste-me sabedoria e valor
Spree ( Canal) que me viu crescer
Valorizo-me porque sabe o que faço.

Não devo ter vergonha
Das minhas próprias tolices
Porque são elas
Que valorizam a minha sabedoria
São sinais para que não mais se repetem.
A minha capacidade escolher novos rumos

Sinto impulsos da minha alma,
E vontade de saber
Não gosto do jornal da rua
Que vem prontinho.
Estão á margem do saber
Quem medita alcançará o saber.