sábado, 12 de outubro de 2013

LUTAREI ATÉ AO FIM


LUTAREI ATÉ AO FIM
Nunca pensei pelos outros,
Gosto de pensar sempre por mim;
Valem mais todos os erros
Vírgula ou pontos finais
Ou os meus trabalhos manuais
 São meus, cometidos por mim.
Trabalho e produz
para o mundo e para mim mesmo.

Os conselhos dos outros
Servem para pensar
E para que me involuir ou que me oponha.
São os meus pensamento me pertence.
Meus pensamentos, minhas emoções
Os sistemas de controlo
Aprisiona a vida aparentemente sem saída.
.
Aqueles que não concordarem comigo;
Respeito os meus pensamentos e oposição.
Os que estão por mim são porque esses,
Guardam-me no fundo das suas almas
 A vida e o tempo são os nossos professores.
O respeito, aquilo que é indispensável:
além do pão, o trabalho e a acção.

Os pensamentos da humanidade
São como qualquer material:
Constroem, soterram e matam.

Sem comentários:

Enviar um comentário