quarta-feira, 16 de outubro de 2013

PAI – MÃE – VIDA,



MÃE É VIDA,
É a minha protecção,
Tu és minha vida,
Teu apoio, minha saúde,
Minha proteção.
Preocupaste com todas
As minhas necessidades
A perfeita satisfação
Tu és a minha inspiração.
Tu me proteges
Me guardas no perfeito AMOR.
Minha Divina Consciência 
Hoje que estão velhinhos
Quando escuto e os vejos,
Cada vez estão 
Mais perto do meu espírito
E meu coração mais e mais receptivo.
Hoje vocês confiam no meu ser
Hoje a vossa vida aos meus cuidados.
Vocês são as raízes do meu ser
MDP



Este poema é uma homenagem a todas as mães do mundo.
Apesar da minha não ter sido carinhosa para mim, mas sempre amei a minha mãe, como filho e moralmente foi o meu dever.
Seja qual for, as mães, preferem sempre morrer antes dos filhos
Mães vivem. Especialmente só para os filhos. Nunca Deixa apagar a luz de protecção, irradiante, intensa e mensageira.
Mães vivem. Enquanto houver alguém que precise delas, mas sentem-se infeliz na sua amargura porque os filhos saíram do seu ninho. A vida é mesmo assim.

1 comentário:

  1. Subscrevo totalmente este seu texto. Já não tenho pais mas eles estarão
    sempre no meu coração.
    Desejo que esteja bem.
    Bom fim de semana.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar